Untitled Document
Montanha Vajra - Templo do Veículo Uno
São Paulo, Quarta-Feira, 28 de Junho de 2017

Os Sutras

Como se formaram os sutras?
Quem os escreveu?

De fato, para responder plenamente tais indagações, seria necessário que se escrevesse uma volumosa obra relatando diversos detalhes da história da literatura budista. Por isso, tentarei ser o mais conciso possível.
Imagine a seguinte cena: Você está ao lado de seu avô. Você conviveu com ele sua vida inteira. Vocês andaram juntos, passearam, conversaram, ele contou muitas histórias do tempo da mocidade dele, ensinou você a história do pai dele, do avô dele, das tias etc. Também lhe transmitiu valores morais, costumes e suas próprias concepções sobre o mundo. Agora, ele está morrendo, já bem velhinho. Ele junta você, seus irmãos, seus primos e seus tios e diz algumas palavras combalidas de despedida. Logo depois, expira. Todos são tomados por violenta emoção, choram, lamentam etc.
Passados os dolorosos ritos fúnebres, você tenta se recuperar. A família se reúne, contam histórias, recordam momentos importantes, lembram passagens engraçadas, outras tristes e, assim, a memória de todas é avivada e as saudades do falecido parecem diminuir um pouco.
Então, alguém da família sugere que seria necessário reunir num livro de memórias aquilo que seu avô falou. Cada um contribui como pode, com o que lembra e, alguém que escreva bem, dá uma forma de "discursos" aquilo que ouviu ao longo de muitas décadas.
Você se lembra, exatamente, com que palavras seu avô, sua avó ou algum de seus parentes já falecidos se dirigiu a você pela última vez? É bem provável que não. É provável que você lembre algumas coisas mais importantes, alguns elementos "essenciais", mas tudo, exatamente como foi dito, não dá para lembrar. No caso de Buda, a história é bem semelhante a este exemplo que demos, só que bem mais complicada. Ele pregou durante mais de 40 anos. Você se lembra das palavras exatas de alguém há dez anos atrás? A história budista oficial diz que os discípulos se reuniram no ano de sua morte em Rajagrha para estabelecer o "Sutta-Pitaka" e o "Vinaya-Pitaka", que teriam sido recitados por Ananda e Upali.
Bonito, poético e, infelizmente, falso.

Tendai Hokkê Ichijô do Brasil
Ordem Tiantai Lótus Restaurada
Montanha Vajra - Templo do Veículo Uno
Arcebispo Presidente
Dharmananda Mahacarya
(André Otávio Assis Muniz)
©2013 - Direitos de imagens e contéudo deste site são de prorpiedade da THIRB -